| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

MiniClube.Jex
Desde: 08/05/2004      Publicadas: 48      Atualização: 15/05/2005

Capa |  (:-*)  |  Boa Idéia  |  Editorial  |  Glossário  |  MiniCenter  |  Panorama  |  Parceiros  |  Perfil  |  Quem Somos  |  Retrospectiva


 Perfil

  24/10/2004
  0 comentário(s)


Humberto e Izabel

Mini, uma grandeza sem limite de valor.

Humberto e IzabelHumberto Valentin Jara, paraguaio, e Izabel G. Morata Tapias Jara, brasileira, fazem parte do time dos primeiros miniaturistas do Brasil.
Há 28 anos no Brasil, Humberto faz minis desde os 12 anos, quando seu pai fazia cadeiras de forro para jardim e ele repoduzia a peça em miniatura.

Formado engenheiro mecânico, chegou ao Brasil e trabalhou com grandes máquinas injetoras de plástico, quando uma síndrome do pânico o fez voltar para as miniaturas.

Até então trabalhava sem conhecimento de uma escala, mas com proporcionalidade. O critério era beleza. Só ficou conhecendo a escala através da revista Dolls House, e só reconheceu sua importância através do MiniClube.
Assim ele adaptou suas máquinas e ferramentas para trabalhar exclusivamente com minis. Para ele “miniatura é arte; artesanato é feito com as mãos, mas nem todo artesanato é arte”.

Muito agradecido às pessoas que acreditaram na sua arte, Humberto fez questão de citar Estela (casinha Pequenina), Walkiria (Lilliput), Fabíola (antiga loja do shopping Ibirapuera), além de duas amigas que deram apoio nos momentos mais difíceis: Ivani Grande e Olga Andrade.

Aproximadamente três anos atrás Humberto ficou sabendo que as minis estavam voltando e chegou ao MiniClube. Nesse tempo afastado ele trabalhou com ferro e só fazia miniaturas para os amigos.
Quando o MiniClube foi visitá-los em 2002, Humberto e Izabel tiveram que pedir as peças emprestadas aos amigos, pois eles já não tinham mais nada. As mesas ofertadas aos novos amigos foram as primeiras peças feitas depois do afastamento.
O MiniClube possibilitou que Humberto e Izabel ampliassem seu círculo de amizade e conhecessem outros miniaturistas, artesãos e colecionadores. As lojas nunca lhe deram esta oportunidade.
“O MiniClube foi um passo importante para o Miniaturismo” mas cresceu muito e agora fica a saudade do tempo que todos nos conhecíamos e tínhamos amizade”.
Quando trabalhamos com miniaturas o maior valor é dar prazer interior, uma beleza sem limite de valor. Em todos esses anos Izabel sempre esteve presente dando incentivo. Ela ajuda no acabamento, faz pequenas peças e é o braço direito do marido.

"Tem que ter mini por dentro da pessoa, porque o miniaturista vai passar por muitos preconceitos. O dinheiro vem em segundo plano. Tem que amar!"

A arte de Humberto e Izabel pode ser vista aos domingos e feriados na feira de artesanato do shopping Paulista em São Paulo.

  Web site: http://www.humbertominiaturas.kit.net/  Autor:   Regina Passy-Yip


  Mais notícias da seção Entrevista no caderno Perfil
22/07/2004 - Entrevista - COMIDA EM MINIATURA
... é a especialidade da italiana Minicris...
22/07/2004 - Entrevista - AMOR À ARTE
"A miniatura é algo apaixonante, basta a gente olhar com carinho"...



Capa |  (:-*)  |  Boa Idéia  |  Editorial  |  Glossário  |  MiniCenter  |  Panorama  |  Parceiros  |  Perfil  |  Quem Somos  |  Retrospectiva
Busca em

  
48 Notícias